Feito um Grão de Areia

Rumi, translated by Oliveira Simões

Vem, vamos falar das nossas almas.
Vamos até nos esconder dos nossos olhos e ouvidos.
Feito um jardim de rosas, mantém sempre um sorriso.
Feito a imaginação, fala sem emitir sons.
Feito o espírito que governa o mundo, contando segredos,
sem dizer uma palavra.
Vamos fugir para longe desses humanos astutos,
que põem palavras em nossas bocas.
Digamos apenas o que nossos corações desejam.
Até nossas mãos e nossos pés sentem cada movimento interno.
Mantenhamo-nos em silêncio, porém com o coração aberto.
O mistério do destino conhece a vida da areia, grão por grão.
Contemos a nossa história feito um grão de areia.